sexta-feira, 23 de maio de 2008

Ida ao Teatro e visita aos Jardins do Palácio



Ida dia 15 de Maio ao teatro ver a peça “História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar”

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Aprendemos a inserir o diálogo nas histórias escritas.






















Histórias com diálogo

Histórias elaboradas na aula de Língua Portuguesa.

A professora deu-nos 20 minutos para elaborarmos uma história com diálogo e por último apresentamos aos nossos colegas. Tudo na mesma aula, por isso não tivemos tempo de fazer cenários.

Projecto Aprender a Empreender


Na última aula os candidatos a Presidente da Junta de Freguesia elaboraram um conjunto de ideias para colocarem em prática no caso de vencerem as eleições.
Cada candidato apresentou o seu projecto.Escolhemos o candidato através do voto.Por último refletimos os pontos positivos e negativos de cada ideia apresentada e definimos as prioridades a executar.

Fomos ao Teatro dia 15 de Maio







“História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar”


Era uma vez um gato chamado Zorbas era grande, gordo e preto.
Certo dia apareceu uma gaivota, arrastada por uma maré negra, estava coberta por manchas negras de petróleo.
Ela vinha quase a morrer e pediu ao gato Zorbas para lhe cumprir três promessas: não comer o ovo, cuidar dele até ele nascer e ensiná-la a voar.
O gato Zorbas aceitou os pedidos e foi pedir auxílio aos seus amigos Sabetudo e Colonello.
O Sabetudo foi consultar enciclopédias para os ajudar na difícil tarefa, mas não ajudou muito.
A gaivota nasceu e o gato Zorbas cuidou dela com muito carinho, cumprindo assim as duas primeiras tarefas. Para a terceira tarefa foi pedir ajuda ao poeta.Porque o poeta como está habituado a voar com as palavras, poderia-a a ajudar.
Num dia de tempestade resolveram subir ao telhado de uma torre para ensinar a Ditosa, a pequena gaivota, a voar .
Depois de algum treino e com muito medo a gaivotinha conseguiu voar.
O gato Zorbas ficou feliz porque cumpriu todas as promessas apesar de sentir falta da Ditosa .

Fim

domingo, 18 de maio de 2008

Soraia Catarina da Silva Cerqueira





Os sapos



os sapos fazem parte de um grande grupo de animais chamados Anfibios.

Os anfibios passam uma parte de suas vidas vivendo nas água e outra na terra.Os sapos adultos respiram como a gente , pelos pulmões.


Antes de um sapo se tornar adulto ele é chamado de girino .Os girinos vivem na água e respiram por guelras, como os peixes!
Os sapos comem insectos como moscas e mosquitos, mas também comem peixinhos pequenos, pássaros e alguns comem outros sapos !!
Os sapos nao bebem água como os humanos. Em vez disso, eles absorvem líquidos pela pele. Por isso estão perto de riachos. Quando estão longe dos rios, absorvem água da própria urina, que fica armazenada na bexiga deles!


Soraia

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Somos amigos








Como é bom ser amigo!!!

Desenho de plantas de casas


Quadro interactivo


Quadro interactivo


Quadro interactivo


Ana Catarina Oliveira Leal Eloi


Ana Catarina Oliveira Leal Eloi


Carlos Daniel Leonardo Rodrigues Sousa


Joana Jorge Dias Duarte Mendes e Catarina Ventura


sexta-feira, 2 de maio de 2008

Leitura e escrita de números


Poema à Mãe

Poema à Mãe


Minha querida mãe.

Mãe, tu me deste à luz
com muito amor e carinho.
Foi bom ver – te pela primeira vez.
Tu me acolheste com um sorriso
nos teus braços!
Foste tu que me alimentaste
e me viste crescer
dia após dia.
Olha como eu cresci!
Já ando no 2º ano!
Hoje quero-te agradecer
por tudo de bom
que me ensinaste.
Contigo aprendi a sonhar
viajar pelo mundo
da fantasia
e pelo mundo real.
És tu que me acolhes
nas horas difíceis.
Sem ti a minha vida
seria mais cinzenta.
Obrigado por seres minha mãe!
Ofereço-te este poema
minha querida Mãe.

Trabalhos para o "Dia da Mãe"